CONTABILIDADE E AS IFRS PARA AS COOPERATIVAS (PONTUANDO NO PEPC/CFC)

CONTABILIDADE E AS IFRS PARA AS COOPERATIVAS (PONTUANDO NO PEPC/CFC)

Onde:
Varginha/MG
Quando:
05, 12, 19, 26 de Junho e 03 de Julho | Das 8 às 17h
Código do CRC:
MG-02816
Preço:
R$ 1.499,00

PONTUAÇÃO NO CFC/PEPC: 40 PONTOS 

IFRS, CPC & TRIBUTAÇÃO – ABORDAGEM PRÁTICA DOS EFEITOS SOCIETÁTARIOS E TRIBUTÁRIOS NAS COOPERATIVAS

Objetivo:

- Debater os Aspectos Constitucionais, Legislação Vigente, Ramos do Cooperativismo, Lei 5764/71 e os aspectos da Tributação sobre Cooperativas.

- Analisar os procedimentos contábeis e os impactos das IFRS nas rotinas da contabilidade;

- Apresentar os modelos de tributação e as particularidades tributárias do cooperativismo no Brasil;

- Entender os impactos das informações contábil advinda das demonstrações financeiras, possibilitando analisar o patrimonial e os aspectos econômicos e financeiro da Cooperativa.

- Estudar as técnicas de análise das Demonstrações Contábeis das Cooperativas;

- Discutir os reflexos ocorridos na entidade partindo da análise da evolução de suas contas patrimoniais e de resultados, com base nas escolhas contábeis adotadas; compreender as especificidades da contabilidade no âmbito do cooperativismo.

Público Alvo:

Profissionais que lidam com contabilidade em cooperativas, cooperados que buscam conhecimento aplicado em contabilidade de cooperativas, conselheiros e diretores e demais profissionais interessados na aplicação de IFRS/CPC em cooperativas.



Conteúdo Programático – 40 horas de treinamento:

  1. Discussões Gerais sobre Aspectos Constitucionais, Legislação Vigente, Ramos do Cooperativismo, Lei 5764/71, Tributação sobre Cooperativas (2 horas)
  2. Lei 5764/71 (2 horas)

CAPÍTULO I – Da Política Nacional de Cooperativismo

CAPÍTULO II – Das Sociedades Cooperativas

CAPÍTULO III – Do Objetivo e Classificação das Sociedades Cooperativas

CAPÍTULO IV – Da Constituição das Sociedades Cooperativas

SEÇÃO I – Da Autorização de Funcionamento

SEÇÃO II – Do Estatuto Social

CAPÍTULO V – Dos Livros

CAPÍTULO VI – Do Capital Social

CAPÍTULO VII – Dos Fundos

CAPÍTULO VIII – Dos Associados

CAPÍTULO IX – Dos Órgãos Sociais

SEÇÃO I – Das Assembleias Gerais

SEÇÃO II – Das Assembleias Gerais Ordinárias

SEÇÃO III – Das Assembleias Gerais Extraordinárias

SEÇÃO IV – Dos Órgãos de Administração

SEÇÃO V – Do Conselho Fiscal

CAPÍTULO X – Fusão, Incorporação e Desmembramento

CAPÍTULO XI – Da Dissolução e Liquidação

CAPÍTULO XII – Do Sistema Operacional das Cooperativas

SEÇÃO I – Do Ato Cooperativo

SEÇÃO II – Das Distribuições de Despesas

SEÇÃO III – Das Operações da Cooperativa

SEÇÃO IV – Dos Prejuízos

SEÇÃO V – Do Sistema Trabalhista

CAPÍTULO XIII – Da Fiscalização e Controle

CAPÍTULO XIV – Do Conselho Nacional de Cooperativismo

CAPÍTULO XV – Dos Órgãos Governamentais

CAPÍTULO XVI – Da Representação do Sistema Cooperativista

CAPÍTULO XVII – Dos Estímulos Creditícios

CAPÍTULO XVIII – Das Disposições Gerais e Transitórias


  1. Tributação sobre Cooperativas (12 horas)

Lei nº 10.865/2004

Isenção de CSLL sobre sobras

Isenção IRPJ: Decisão STJ 2ª Turma e LEI 5764/71

Tributação Estadual (MG) sobre atividades (abordagem Geral)

PIS/COFINS sobre Ato Cooperativo

PIS/COFINS sobre as receitas financeiras

Suas formas e efeitos de tributação nos diferentes Ramos.

Obrigações Acessórias – Municipais, Estaduais e Federais


  1. Contabilidade nas Cooperativas (8 horas)

Conceitos de contabilidade;

Objeto e finalidade da contabilidade financeira ou societária;

Usuários da contabilidade e informações úteis;

Demonstrações financeiras obrigatórias;

Pronunciamentos técnico (CPC);

Interpretações Técnicas (ICPCs);

Orientações Técnicas (OCPCs)


  1. Contabilidade Geral para cooperativas (4 horas).

Lei 5764/71 - Estatutos Sociais;

Atos Cooperativos e Atos Não Cooperativos;

Plano de Contas;

Demonstrações Financeiras das Sociedades Cooperativistas;

Normas Brasileiras de Contabilidade específico para entidades cooperativas;

Contabilidade Específica para Cooperativas Agropecuárias;


  1. Estrutura das Demonstrações Contábeis (8 horas).

Balanço Patrimonial

Demonstração de Sobras e Perdas

Demonstração do Fluxo de Caixa

Demonstração das Mutações do Patrimônio Social

Notas Explicativas

Relatórios finais com base nas Demonstrações Contábeis


  1. Importância da Análise das Demonstrações Contábeis (4 horas).

Introdução a Análise das Demonstrações Financeiras

Padronização e Reclassificação das Demonstrações Financeiras

Análise Tradicional, Análise Vertical e Análise Horizontal

- Análise por Indicadores: Índices de Liquidez ou Solvência, de Estrutura ou Endividamento, de Rentabilidade ou Lucratividade, de Atividade

- Ciclo Operacional, Financeiro e Econômico

1499,00


Forma de pagamento:

Pessoa física: cartão de crédito (Visa, Diners e Master) em até 10 parcelas sem juros.

Empresa privada: boleto bancário em 1 parcela ou cartão de crédito corporativo (Visa, Diners e Master) em até 10 parcelas sem juros.

Empresa pública: empenho, boleto bancário em 1 parcela ou cartão de crédito corporativo (Visa, Diners e Master) em até 10 parcelas sem juros.

Fábio Luiz de Carvalho

Contador (CRC 045.120), Administrador (CRA 039.654), Consultor de Empresas, Auditor e Perito Contábil Judicial (CNPC 4436). Doutor em Ciências da Linguagem, Mestre em Administração e MBA em Gerência de Empresa e em Gestão Educacional. Professor de Pós-Graduação na FACECA em Varginha/MG, da UNIVÁS em Pouso Alegre/MG, da FAI em Santa Rita do Sapucaí/MG, da UNIFOR em Formiga/MG, da FACESM em Itajubá/MG, da FADIVA em Varginha/MG, da LIBERTAS em São Sebastião do Paraiso/MG, do IPECONT em Varginha/MG e da Bluetax em Belo Horizonte/MG. Diretor do IPECONT. Possui mais de 50 anos de experiência em Gestão Empresarial, Contabilidade e Legislação Tributária.

INSCREVA-SE

Receba nossas novidades em seu e-mail